d5

Operação Militar para ajudar pessoas

A Operação CORONAVÍRUS envolve cerca 29 mil militares engajados, além do emprego de 1.022 viaturas, 102 embarcações e 32 aeronaves. Para ampliar o esforço na luta contra o novo Coronavírus, as Forças Armadas têm investido em capacitação não só do público interno, mas também de agentes civis. Eles são treinados desinfecção de ambientes públicos.

O Ministério da Defesa ativou, em 20 de março, o Centro de Operações Conjuntas, para atuar na coordenação e no planejamento do emprego das Forças Armadas no combate à COVID-19. Nesse contexto, foram ativados dez Comandos Conjuntos, que cobrem todo o território nacional, além do Comando Aeroespacial (COMAE), de funcionamento permanente. A iniciativa integra o esforço do governo federal no enfrentamento à pandemia que recebeu o nome de Operação COVID-19.

As demandas recebidas pelo Ministério da Defesa, de apoio a órgãos estaduais, municipais e outros, são analisadas e direcionadas aos Comandos Conjuntos para avaliarem a possibilidade de atendimento. De acordo com a complexidade da solicitação, podem ser encaminhadas ao Gabinete de Crise, que determina a melhor forma de atendimento.

Fonte: Centro de Comunicação Social da FAB

error: Conteúdo Protegido.

Atenção!

Não possuímos vínculo com o Ministério da Defesa e nem com nenhum cursinho preparatório particular.